13 de setembro de 2002

13 Set 2002: Os melões

Os conselhos de administração dos hospitais são um pouco como os melões: só depois de abertos se sabe se são bons. Mas ninguém compra um melão sem lhe deitar primeiro um olhar desconfiado, lhe dar uma apalpões vigorosos e o cheirar cuidadosamente. Depois, no mais das vezes, conclui-se com um duvidoso «parece bom»...
Da nova directora do hospital da Guarda pode dizer-se a mesma coisa: à primeira olhadela, não parece má. Por fora, aquela postura belígera inspira a rijeza necessária para pôr ordem na casa. Por dentro, dizem que tem currículo, experiência, traquejo, carácter – e que praticamente só vive para o trabalho.
Agora é esperar um tempo razoável (que por tudo quanto este hospital já deu que falar tem que ser breve, mesmo muito breve) para ver como resolve todos os berbicachos vindos de trás e mais aqueles que as promessas de quem a pôs no lugar originaram: hospital novo, manutenção da pediatria, solução rápida para a carência de especialistas em praticamente todas as valências, fim à promiscuidade com o sector privado de diagnóstico e terapêutica – e por aí diante.
Para começo, já tem duas provas a prestar que vão exigir algum talento. Uma é convencer toda a gente de que tanto o enfermeiro director como o administrador delegado valem as escolhas (se é que Isabel Garção os pôde escolher). A outra é desarmar o imbróglio da nomeação do director clínico. O nome parece pacífico mas os requisitos que impõe não. E agora, uma de três: ou Alberto Duarte aceita ganhar metade do que ganhava enquanto especialista e não se fala mais nisso; ou mantém a exigência de um expediente qualquer que lhe permita levar para casa o mesmo salário e estoira uma guerra no corpo clínico; ou declina, simplesmente, a nomeação – e quem quer que venha a seguir saberá que foi designado por exclusão de partes, estatuto que não abona o lugar.
Vamos ver no que dá a estreia. Os melões, independentemente do aspecto, também só depois de abertos e servidos se sabe se são bons. E às vezes enganam.
«O Interior»

Sem comentários: