9 de dezembro de 2009

Macau, 1999 - Há dez anos (Álbum I: Um ano profissional memorável)










































2 comentários:

Jorge disse...

Há uns dias, lia um texto do Prof. Agostinho da Silva, no qual ele dizia que o Homem não nasceu para trabalhar mas sim para criar.
E eu acrescento "... e para ser feliz".
Nestas imagens vejo tudo isso. Alguém que trabalha, cria, e está contente por tê-lo feito.
Bem podes ter orgulho no que ajudaste a fazer, Rui.
Mas a tua (vossa) maior criação é aquela que está ao teu colo...
Esse é o maior legado que nos cumpre deixar neste torrão.
É bem verdade que devemos fazer tudo para deixar um planeta melhor aos nossos filhos, mas também não é menos que devemos deixar melhores filhos ao nosso planeta.
Um abraço,
Jorge Fiens

Anónimo disse...

Momentos extraordinários estes para todo o mundo luso, mas nota-se que quem lá esteve o viveu de formas distintas e visivelmente com outras emoções. Fico contente pela expressão de felicidade estampada no rosto das pessoas e particularmente no vosso. Quase que me atrevo a comentar que este post revela alguma saudade deste tempo... que jovens, que bem sucedidos e tudo no outro lado do mundo. Gostei de vos ver nesta altura que nem vos conhecia ;-)